Entrevistas

TEDx Coimbra (2010)

VIDA

"Quando fui convidada para participar no TEDx Coimbra estava na sala de espera do hospital, com o meu filho nos cuidados intensivos, depois de este ter sofrido um acidente de moto. Com as emoções à flor da pele. E dando graças à VIDA. O título e tema ficaram, desde logo, definidos: “VIDA”!

Gosto de correr o risco de viver! De ter uma VIDA, independentemente do que isso implica e das consequências que acarreta. Recuso-me a (sobre) ou a (sob) viver. A ter uma vidinha morna e insonsa. Prefiro arrepender-me do que fiz do que idealizar como teria sido se tivesse feito. Gosto de Viver! De correr esse risco! Sem medos, pois o guião da minha VIDA sou eu que o escrevo.  (...)"

 

Descarregar Versão Completa (PDF) 

.

Alta Definição (2011)

Uma das máximas da vida de Carla Andrino é dizer, diariamente, aos que ama: “Já te Disse Hoje o Quanto te Amo?”

 

Via SIC

so-visto2011

Clique na imagem para ver a entrevista completa.

Face to F@ce (2012)

"A palavra "QUERO" na minha filosofia de vida é: Quando Uno Energias Realizo Objectivos (...)."
 

Via TVI Ficção

 

Inesquecível (2013)

“Viver é uma opção...para viver e ser feliz é preciso ser-se ousado. Eu é que escrevo o guião da minha vida. Todos nós somos responsáveis pela formação das crianças...Uma das coisas que defendo é mais do que dizer é fazer. Elas (as crianças) aprendem mais pelo que fazemos do que pelo que dizemos (...).”

 

inesquecivel

Clique na imagem para ver a entrevista completa.

Alta Definição Especial (2014)

"(...) Dou cada vez mais valor ao tempo... Nunca ninguém tem tempo para nada, mas depois se morre alguém há sempre tempo para ir ao funeral... Eu acho que as pessoas deviam parar para perceber para onde estão a correr (...)"
 
Via SIC

“Só Visto” Especial Dia da Mãe (2015)

 

Num dia muito especial, dedicado a todas as mães, o Só Visto! recebeu Carla e Marta Andrino. Carla afirmou: “Ser boa mãe é sobretudo ter bom senso, é sentir. Não há regras. Não há mães perfeitas. Há coisas que vão correr bem, outras nem por isso e outras que não correm nada bem. Mas se for a melhor coisa que se consegue fazer na altura, está tudo bem."

 

Via RTP 1

 

so-visto

Clique na imagem para ver a entrevista completa.